Apoiadores:

Apoiadores:
Apoiadores: Hidromel Old Pony

quinta-feira, 25 de junho de 2020

Uma conversa sobre jogos de RPG e Medievalismo...


Fala meu povo medievalista!

Eu sou o BiLL. Mestre/jogador de RPG, também um entusiasta apaixonado pelo medievalismo, que decidiu começar a falar sobre os assuntos de que mais gosta na vida.


Estou aqui para falar mais um pouco a respeito do RPG e sua relação com o fascinante mundo do MEDIEVALISMO.



                                    MEDIEVALISMO E RPG


Sempre fui apaixonado por histórias, desde pequeno minha avó, dona de uma narrativa envolvente, ludibriava minha cabeça infantil com histórias fantásticas para me fazer comer toda a comida. Uma grande incentivadora dessa paixão.

Com o passar dos anos, percebi que além de ler livros e imaginar dentro da minha cabeça toda criação do autor, era muito mais legal participar ativamente e mudar o destino através das minhas escolhas, como fazemos no RPG!

Na maioria das minhas aventuras não podiam faltar batalhas épicas com espadas , escudos e lanças, cidades fortificadas com muros de pedra, comitivas carregando tesouros floresta a dentro , magos poderosos em torres de marfim, reis contratando aventureiros para expedições perigosas, e muito mais. Era muito difícil separar a experiência de uma sessão de RPG dos símbolos presentes na cultura medieval, por isso resolvi falar um pouco dessa relação RPG e medievalismo.

Medievalismo...

Esse conceito passa pelo período do romantismo (movimento de múltiplos pensamentos que buscava uma visão nacionalista), onde existiu uma espécie de visitação aos elementos simbólicos da idade média, um retorno a esses conceitos que rendeu frutos na arquitetura, literatura e arte em geral. Por volta do séc. XX, o termo medievalismo é utilizado mais amplamente para designar os diversos estudos e pesquisas a respeito da era medieval em uma sociedade posterior a esse período histórico.

Por ser uma era cercada de elementos muito presentes no imaginário fantástico, com suas espadas, escudos, castelos, batalhas, lendas, cavaleiros e tantos outros símbolos. A era medieval é sem dúvida o pano de fundo para diversos materiais literários que servem de base para os jogos de RPG.

É possível observar a influência desse período histórico até os dias de hoje.Temos livros, séries, filmes e jogos gerando conteúdo e um público consumidor cada vez maior. O medievalismo demostra ser um tema abundante que aguça a imaginação humana e traz uma inquietação na busca por mais experiências imersivas nesse cenário.

O poder da imersão....


Nossa mente é capaz de construir imagens mentais bem elaboradas, você é capaz de literalmente “entrar “ em um estado de imersão muito profundo, apenas com a condução de uma boa narrativa.

Se eu apostasse uma garrafa de Hidromel com você para:

 NÃO imaginar uma espada de duas mãos com uma lâmina de metal reluzente...
NÃO imaginar o cheiro de um bolo quentinho saindo do forno...
NÃO imaginar o gosto azedo do limão quando toca os lábios...
NÃO imaginar o som da chuva caindo sobre a floresta...

Você seria capaz de NÃO imaginar isso?

Se você conseguiu vivenciar pelo menos um pouco dessas situações, significa que usou a capacidade criativa do seu cérebro e “criou” essas sensações, apenas com o poder da imaginação! Agora você me deve uma bela garrafa de Hidromel pela aposta!

O RPG tem a fantástica característica de evocar a capacidade cerebral de criar, colocar você dentro de um cenário, mergulhar em uma realidade alternativa, correndo o risco de sair da sessão com uma experiência imersiva memorável!



E se misturarmos MEDIEVALISMO e RPG pode funcionar ?


Quando misturamos o incrível poder desse jogo, junto com informações históricas precisas, conceitos gerais a respeito de uma época seus elementos culturais, usos e costumes, criamos uma grande oportunidade de aprender e entender melhor sobre medievalismo através de uma forma lúdica, diferente e divertida!

RPGs que se dedicam a trabalhar essa temática como o D&D ( o mais conhecido de todos! Universo medieval fantástico com diferentes raças ), Shadow of Demon Lord ( um jogo de fantasia medieval sombria, repleto de demônios e coisas bizarras), Belregard (RPG nacional, que orgulho!Com uma proposta mais realista, porém sem perder o misticismo,  repleto de elementos ocultos e inexplicáveis) e tantos outros jogos que inserem o jogador nessa atmosfera medieval (claro que em um conceito mais genérico, fantasioso, mas muito divertido...) com direito a cavaleiros montados, armaduras imponentes, tavernas cheias, construções antigas, ruínas, florestas entre outros.

Ainda que existam no RPG diversos elementos que não se enquadram no realismo medieval, posso garantir que essa mistura RPG/Medievalismo é uma excelente forma de entretenimento, aprendizado e fazer novos amigos...

Além de ser, é claro, porta de entrada para o cenário medievalista nacional com suas feiras, eventos,  os grupos de recriacionismo histórico, combate histórico, cultura , culinária, religião e tantos outros grupos que orbitam esse tema.

Enquanto isso na mesa de RPG...

-...será que matamos o dragão conforme o combinado com o Rei ou fugimos com o pagamento em ouro por esse trabalho ? (Bergen, o ladino que roubava dos ricos para ficar mais rico)

Mais do que imaginar batalhas épicas com espadas, escudos, lanças e flechas (essa foi para você meu amigo arqueiro), podemos ,através de uma boa mesa de RPG, participar ativamente de um evento de proporções épicas, dentro de um contexto histórico específico, podendo  influenciar nos resultados e sentir as consequências de nossas decisões, por meio de uma única sessão de jogo.

Enquanto isso na mesa de RPG...

 ...o cheiro de sangue no ar é presente em meio aos corpos,  o vento gélido é o menor dos problemas. O silêncio sepulcral, depois da primeira onda de ataques, é interrompido pelo grunhido das flechas, que voavam irrefreáveis pelo ar. Ouve-se, atrás de vocês, um brado firme e inabalável, vinha de Halldrunna seu líder:

-PREPARAR PAREDE DE ESCUDOS,  AO MEU COMANDO!...


-O que você faz? (narrador)

Recriando, adaptando e aprendendo...

Caso seja a proposta dos jogadores, podemos criar uma mesa totalmente focada na aproximação didática (dentro das possibilidades é claro...) de uma cenário realista, com uma ampla pesquisa histórica nas construções de personagens, intrigas por poder, elementos culturais entre outros apectos. A proposta aqui é incentivar você, meu caro medievalista, a  explorar as possibilidades de vivenciar medievalismo sob a perspectiva do RPG!

Se quiser saber mais sobre RPG  entra la no meu instagram : BiLL_Me   

“...Quando em dúvida Meriadocsempre siga o seu nariz!” (O cinzento, Gandalf)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre este artigo