Apoiadores:

Apoiadores:
Apoiadores: Hidromel Old Pony

sábado, 8 de agosto de 2015

Odin’s Krieger Festival 2015














Hail, medievalistas e (novamente) metaleiros!

Saúdo ambos pois é a segunda vez em pouco tempo que falo aqui de um festival musical cujo público se mescla com o dos eventos da cena medieval. Estou falando do Odin’s Krieger, que acontecerá no segundo final de semana de agosto e já está em sua 5ª edição.

O nome do festival significa “Guerreiros de Odin” em alemão, e já indica a proposta, que é, desde que surgiu, misturar os entusiastas de música folk e de metal em variadas vertentes. Mais uma vez vale esclarecer que o público de eventos musicais como o Odin's Krieger não é exatamente o mesmo de eventos de temática especificamente medieval, mas mas há uma relação. E no final das contas, embora não seja regra, tem muito metaleiro medievalista por aí.

E o Odin’s Krieger conta com um grande diferencial: desde sua primeira edição, em 2011, o festival tem reunido apenas bandas nacionais, demonstrando que a cena do metal brasileiro é bem maior do que os poucos nomes que aparecem na grande mídia.

As bandas deste ano serão:

Barbaria – Formada em 2008 em Mogi Mirim/SP, será a primeira banda da noite. Duas características da banda se destacam de cara: as apresentações teatrais, com direito a vestimentas típicas e bandeiras, e as letras sobre piratas. Já é a segunda vez que participa do festival.

Arthanus – Natural de São Caetano do Sul/SP e fundada em 2010, a banda tem como proposta “disseminar o estilo Viking/Death Metal”. O primeiro álbum de estúdio tem lançamento previsto para Setembro de 2015. Estará participando pela primeira vez do festival.

Taberna Folk – Difícil é encontrar alguém na cena medieval que não conheça o Taberna, seja pela presença super requisitada deles nos eventos dessa temática ou pelo próprio evento deles, o famoso Jantar Medieval do Taberna Folk, festa anual que acontece em Cosmópolis/SP (cidade onde a banda se formou, em 2008) e este ano esgotou os ingressos numa questão de horas após o início das vendas. O repertório é uma mistura de temas tradicionais medievais, celtas, germânicos, bem como canções próprias que procuram recriar estilos antigos. E pela quinta vez marcam presença no Odin’s Krieger.

Hugin Munin – Outra banda cuja presença é constante no Odin's Krieger. São naturais de Santos/SP e estão “na estrada” desde 2008. A temática das letras, como o nome sugere, é a cultura viking e a mitologia nórdica, mas o som é distante do que se convencionou chamar de “viking metal”, sendo muito mais puxado para os tradicionais trash e heavy metal.

Tuatha de Danann – Finalmente, o Tuatha, sobre o qual inclusive já fiz um artigo aqui no blog, inaugurando a seção de bandas. Formada em Varginha/MG em 1994. Isso mesmo: se você tem menos de 21 hoje, os caras já estavam tocando antes de você nascer, sendo pioneiros no Folk Metal brasileiro, e compondo excelentes letras inspiradas na mitologia celta. A banda passou por um intervalo nas atividades a partir de 2010 e estão voltando agora, com o lançamento do quinto álbum de estúdio, Down of a new Sun, de forma que esta será a primeira vez que tocarão no Odin’s Krieger, apesar de serem de longe a banda mais antiga, formada muito antes até de se poder falar em uma cena medieval no Brasil.

Ou seja, os estilos das bandas do festival são bem diversificados. Esteja você mais para o folk, folk metal, viking metal ou o heavy metal, vale a pena conferir.

A noite contará também com uma apresentação de lutas nórdicas feitas pelo grupo de recriacionismo viking Filhos de Rígr.

Data: 15 de Agosto
Horário: Das 16h às 22h
Local: Clash Club, Rua Barra Funda 969, bairro Barra Funda, São Paulo/SP (Próximo ao metro Barra Funda e Marechal Deodoro)

Chegue cedo para prestigiar todas as bandas, e nos vemos lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre este artigo