Apoiadores:

Apoiadores:
Apoiadores: Hidromel Old Pony

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Torneio Medieval Anno Domini 1415

Comprovando mais uma vez que a cena medieval está longe de ficar limitada a São Paulo, hoje vou falar do Anno Domini, evento que terá este ano sua primeira edição e acontecerá na cidade de Lavras Novas em Minas Gerais, a pouco mais de 100 km de Belo Horizonte.

A expressão Anno Domini (A.D.) significa em latim ano do Senhor, o equivalente ao depois de Cristo (D.C.) em português. Dessa forma, o evento tem como proposta situar seus convidados num clima de Baixa Idade Média, com um torneio que expressa a romantização das guerras desse período. O ano de 1415, separado por exatos 600 anos de nossa data atual, serve como marco.


Não é o primeiro evento a acontecer em terras mineiras – em anos anteriores, já tivemos duas edições do Jantar Medieval de Belo Horizonte. Mas o Torneio Medieval Anno Domini 1415 é o primeiro no Brasil com a proposta de ser não apenas uma feira, mas um verdadeiro torneio medieval, com competidores de HEMA e HMB.

Nunca ouviu falar de HEMA ou HMB? Normal, são coisas relativamente novas no Brasil.

O que são HEMA e HMB?


Luta com espadas longas no Swordfish, na Suécia
HEMA é a abreviação para Historical European Martial Arts, ou Artes Marciais Históricas Européias, em bom português, e refere-se a um grande conjunto de disciplinas marciais tradicionalmente praticadas na Europa e sua área de influência. Trocando em miúdos, trata-se do estudo do combate físico em toda a história europeia, dividido em basicamente quatro modalidades: combate armado sem armadura, combate armado com armadura, combate montado (armado, mas que pode ser também com ou sem armadura) e combate desarmado. Quanto às armas utilizadas, incluem mas não se limitam a espada, escudo, broquel, adaga, lança e alabarda, sempre sem corte para a prática de luta.

HMB, por sua vez, é a abreviação para Historical Medieval Battle, ou Combate Histórico Medieval, e refere-se a um esporte de contato no qual são usadas armas e armaduras da Idade Média, especialmente adaptadas para a competição (também sem corte).

Duelo singular no primeiro Battle of the Nations, realizado na na Ucrânia
Costumam ser confundidas por quem não conhece, mas são coisas completamente distintas. Lá fora, cada uma tem suas competições específicas, bem como seu clubes e afiliações. No caso da HEMA, podemos mencionar o Swordfish, competição anual mundial sediada na Suécia, e o Longpoint, nos Estados Unidos. Já no caso do HMB, a competição mais famosa é de longe o Battle of the Nations, um campeonato mundial que acontece anualmente na Europe, onde times representantes de diversos países competem em diferentes categorias.

Pretendo fazer artigos no futuro discorrendo especificamente sobre cada uma dessas atividades e como elas tem se desenvolvido no Brasil, mas para você que está conhecendo agora, basta saber que são atividades cada vez mais populares no país e que o Torneio Medieval Anno Domini 1415 será uma competição nacional para ambas.

Como será a competição de HEMA


Alguns grupos de estudo e prática de HEMA tem surgido e se desenvolvido pelo Brasil. A título de exemplo, cito o SACRA e o Scherma, ambos de Brasília, e o Ars Proeliaris, de São Paulo, todos afiliados à HEMA Brasil, associação de nível nacional que está responsável pela organização da competição de HEMA no Torneio Medieval Anno Domini 1415.

Dessa forma, para participar é necessário ser filiado à HEMA Brasil, ter no mínimo 18 anos, possuir o equipamento (arma e itens de proteção), bem como demonstrar honra, cavalheirismo, camaradagem e coragem, que são exigências tão válidas para os praticantes quanto as questões técnicas.

Embora, como disse acima, as Artes Marciais Históricas Européias englobem uma grande variedade de armas e aquelas quatro categorias de combate (desarmado, armado com e sem armadura e montado), este torneio, por ser o primeiro e por questões de quorum competitivo, terá competições apenas na modalidade da espada longa.

No sistema desta primeira edição, cada competidor deverá enfrentar todos os outros individualmente, o famoso esquema “todos contra todos”. Sai vencedor do torneiro aquele que obtiver o maior número de vitórias após todas as rodadas.

Se interessou pela idéia? No site da HEMA Brasil, é possível encontrar muito mais informações sobre a atividade, bem como uma lista mais abrangente com grupos e locais para se treinar pelo Brasil:

Como será a competição de HMB


Também para essa atividade há diversos grupos se formando pelo país, como o Lâminas das Gerais – Divisão HMB e HEMA (o grupo, que é de Belo Horizonte, também tem um segmento de Recriacionismo Histórico) e o Amigos da Montanha, de Campinas.

No caso do HMB, ainda não há uma federação ou associação de nível nacional, mas os eventuais competidores devem fazer parte de algum grupo cadastrado no projeto Battle of the Nations – Team Brazil, que é um esforço conjunto de vários grupos com o objetivo de enviar já em 2016 uma equipe para representar o Brasil no campeonato mundial na Ucrânia. Para isso, é necessário, conforme exigência da Associação Internacional de HMB (HMBIA), criar uma confederação brasileira. Tendo isso em vista, o Torneio Medieval Anno Domini 1415 serve como um forte meio de divulgação dessa modalidade esportiva.

Além de fazer parte de algum grupo cadastrado, cada lutador precisa possuir armadura completa, que precisa ser analisada e aprovada pela equipe organizadora do Torneio (os critérios de avaliação são basicamente capacidade de proteção e historicidade do conjunto de peças que compõem a armadura). Este é provavelmente o fato que representa maior dificuldade para a difusão do esporte no Brasil, pois as armaduras ainda são relativamente caras. Conforme informações da organização do evento, a maior parte dos competidores já registrados adquiriu suas armaduras com fornecedores brasileiros.

A competição do Torneio será fortemente baseada nos modelos do Battle of the Nations. As modalidades são de duelos individuais e grandes batalhas de grupo contra grupo (o chamado Buhurt). Haverá um sorteio no próprio evento para definir as chaves de cada competição.

Para saber mais sobre o projeto Battle of the Nations – Team Brazil:

Mais sobre o evento


É interessante notar que esta é a primeira edição do evento e, principalmente, a primeira competição de nível nacional (embora ainda não seja oficial) tanto de HEMA quanto de HMB. Ou seja, tudo é inédito e muita coisa pode mudar das edições dos próximos anos, dependendo do que der certo ou não nesta primeira.

Além das competições de HEMA e HMB, haverá também uma competição de arquearia. Os competidores devem possuir os próprios arcos e flechas (de estilo medieval, necessariamente) ou alugá-los no local. A sistemática aqui é mais simples do que nas lutas: cada arqueiro tem suas chances num tempo delimitado e aquele que fizer mais pontos (de acordo com as áreas e cores do alvo), sai como vencedor.

Pousada do Rei Arthur
O evento acontecerá no final de semana dos dias 25 e 26 de julho, na Pousada do Rei Arthur (http://www.pousadadoreiarthur.com.br/), um local que por si só é uma atração, por ser estilizado com temáticas medievais, com direito a torres com ameias. Além de um torneio, o evento é também uma feira medieval, e contará com diversos expositores já conhecidos no meio.

A organização não exige que os convidados usem trajes medievais, mas haverá uma premiação para os melhores trajes masculino e feminino, então capriche no figurino.

Os ingressos estão sendo disponibilizados em cinco tipos, que incluem:

Tipo 1 (R$70,00) – entrada nos dois dias de evento;

Tipo 2 (R$100,00) – entrada + R$30,00 em fichas para serem gastas no evento em comida e bebida;

Tipo 3 (R$140,00) – igual ao tipo 2, mas também dando direito também a almoço no restaurante Serra do Luar nos dois dias do evento e jantar no primeiro dia;

Tipo 4 (R$115,00) – igual ao tipo 1, mas incluindo também transporte entre Belo Horizonte e Lavras Novas;

Tipo 5 (R$127,00) – igual ao tipo 4, mas incluindo também uma diária no camping do Romeu.

Os ingressos não dão direito a quartos na pousada (que a essa altura provavelmente já está lotada para o final de semana do Torneio). Os valores e condições acima são meras reproduções das informações dos flyers do evento.


Haverá caravanas saindo de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Para informações mais detalhadas de valores de ingresso e caravanas, consulte a página e os organizadores do evento:



Telefone: (031) 9111-8568 (whatsapp-viber)

Um comentário:

Deixe o seu comentário sobre este artigo