Apoiadores:

Apoiadores:
Apoiadores: Hidromel Old Pony

terça-feira, 18 de abril de 2017

Resenha do III Jantar Medieval da Ordo Draconis Belli

Salve, medievalistas!

Nesse último sábado, 15 de abril, rolou em Socorro/SP a terceira edição do Jantar da Ordo!


Foi o primeiro grande evento do ano em número de pessoas, e mais uma vez foi um sucesso. O público aprovou, comeu, bebeu e se divertiu junto com os dragões guerreiros.


Como já comentei aqui no site em outros textos, existe um “modelo” de evento em São Paulo, estabelecido por festas mais antigas como o Jantar do Taberna Folk e o Aniversário do Hednir, que consiste basicamente em: um evento à noite com comida e bebidas incluídas no valor do ingresso, espaço aberto com diversas atrações acontecendo ao mesmo tempo e uma feira de produtos e artesanatos de temática medieval. Uma fórmula que tem funcionado bem para diversos organizadores de eventos medievais.


A Ordo soube aplicar bem esse modelo e adaptá-lo à sua própria situação, criando uma festa nova e com seu próprio charme. Quase todos os comentários que fizemos em nossa resenha da edição passada (veja aqui!) ainda são válidos, e seja pra quem frequenta há anos ou pra quem está entrando no meio medieval agora, é bacana acompanhar a evolução.


Esta foi a terceira edição do evento, em comemoração ao sexto ano de existência do grupo. Caso você ainda não os conheça, a Ordo Draconis Belli é um grupo paulista de combates medievais existente desde 2011 (veja aqui nosso artigo completo sobre eles).  Eles contam que o aniversário foi comemorado desde o primeiro ano, e que antes acontecia numa pegada até um pouco mais rústica ou histórica, e a partir de 2015 decidiram começar a comemorar numa festa maior com amigos e convidados.


A iniciativa desse evento grande e aberto partiu de Guilherme e Dhyana, dois membros da Ordo que, com a anuência dos demais, passaram a organizar tudo. E Guilherme é também um dos produtores do Hidromel Triple Horn, que já foi experimentado para nossa coluna de hidroméis (veja aqui!) e cujo símbolo decorava uma das entradas do evento.


O Jantar começou a ser servido às 20h, mesmo horário em que começou o open bar. Na primeira hora e meia filas consideráveis se formaram, mas quem foi um pouco mais paciente (ou estava com um pouco menos de fome) pode se servir à vontade praticamente sem fila, afinal, era tudo liberado até as 02h.




As atrações foram mais ou menos as mesmas do ano anterior, com algumas novidades, como a presença da Turma do Gavião e suas fantásticas aves com a incrível habilidade de cativar a todos, e o mini acampamento viking montado no meio do evento pelo recriacionista Paulo Cesar, com direito a um viking camp fire assando linguiças e costela.


Mas a principal novidade desta edição foi o Torneio de HMB que aconteceu dentro do evento. Para quem ainda não conhece, Historical Medieval Combat é uma modalidade esportiva de luta baseada no uso de armas e armaduras medievais.

Sim, esse esporte existe e já é bem difundido na Europa. Aqui no Brasil, está crescendo: o Torneio Medieval Anno Domini, primeira competição brasileira, teve no ano passado sua segunda edição em Nova Lima/MG, contando com pouco mais de vinte atletas.

Infelizmente, os atletas brasileiros de HMB não aderiram em massa a essa primeira edição da competição organizada pela Ordo, de modo que houve “apenas” cinco competidores. Estes, contudo, fizeram ótimas lutas, e o primeiro lugar foi de Fábio Toniolo Silvério.




Pouco depois da meia-noite começou a apresentação de combates dos guerreiros da Ordo, uma das principais atrações do evento, como não poderia deixar de ser. E lembra do Guilherme e da Dhyana, o casal organizador do evento que mencionei no começo do texto? Essa edição da festa com certeza ficará marcada para sempre na memória de ambos, pois Guilherme aproveitou a reunião do público e dos amigos após a apresentação para se ajoelhar e pedir Dhyana em casamento!

Print do Video feito por Adriano Gomez
A galera, óbvio, foi à loucura e o novo noivo levou um montinho dos guerreiros da Ordo logo depois, com armaduras e tudo.

Desejamos tudo de bom ao casal: aventuras épicas e um romance digno de fantasia. E nas próximas edições do evento, saberemos que eles estarão comemorando não apenas o aniversário da Ordo, como também esse momento especial.

O número de convidados desta terceira edição foi de aproximadamente 500 pessoas segundo a organização, o mesmo das duas primeiras. O local aparenta comportar um pouco mais, mas preferiram manter o tamanho controlado, o que garante uma maior qualidade na festa para os convidados presentes.

Os ingressos foram vendidos este ano por R$ 125,00 (primeiro lote) ou R$ 145,00 (segundo lote). Quem foi ao evento ainda precisou gastar com a condução até Socorro, sendo que para quem é de São Paulo a organização ofereceu ônibus fretados por R$ 45,00 (ída e volta). Ou seja, pra galera de São Paulo, um gasto aproximado de duzentos reais numa noite com comida e bebida à vontade e diversas atrações. Pra quem é de mais longe, o gasto foi um pouco maior, mas com certeza válido, já que todo ano tem caravanas vindo até do RJ.

Os dragões guerreiros estão mais uma vez de parabéns, pelo sexto ano de existência do grupo e pela ótima festa, que se consolidou na agenda dos eventos medievais paulistas.

E você, esteve por lá? Nos conte o que achou!


Veja também aqui no Cena Medieval:


Ordo Draconis Belli, nosso artigo sobre o grupo de Dragões Guerreiros!

Hidromel Triple Horn, o sexto de nossa coluna de hidroméis, acompanhado de Yule Ham!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário sobre este artigo