Apoiadores:

Apoiadores:
Apoiadores: Hidromel Old Pony

quarta-feira, 11 de maio de 2016

VIII Jantar Medieval do Taberna Folk

Amigos leitores do Cena Medieval,

Como vocês devem saber, o VIII Jantar Medieval do Taberna Folk acontecerá em 11 de Junho, ou seja, falta exatamente um mês para a oitava edição do evento mais aguardado do ano. E como sempre, a festa acontecerá na cidade de Cosmópolis, de onde a banda se origina.


O objetivo desde artigo não é exatamente divulgar o evento, pois embora neste momento ainda falte um mês, os ingressos já estão esgotados. Aliás, a venda começou no dia 11 de abril, ou seja, exatos dois meses antes do evento, e esgotou no mesmo dia, em questão de duas horas! (se você não conseguiu comprar seu ingresso, não foi por falta de aviso, pois eu avisei aqui no blog com antecedência a data em que as vendas começariam, hehehe).

Diga-se de passagem, ano passado eu também escrevi um breve artigo sobre o Jantar, e quando o publiquei os ingressos já estavam esgotados, mas a verdade é que o Jantar do Taverna hoje em dia dispensa grandes divulgações. Os frequentadores habituais sabem que a procura pelos ingressos é cada vez maior, e ficam atentos quando a data de início das vendas é anunciada, para não ficar de fora.

Desde a lendária primeira edição em 2009, que contou com cera de 40 convidados, o evento tem crescido um pouco mais a cada ano. Na edição do ano passado (sétima), houve cerca de 1000 convidados, incluindo os expositores e músicos. Para este ano de 2016, a organização espera um público total de 1400 pessoas.

Eu acredito que o segredo do sucesso da festa ao longo desses anos reside nos detalhes bem pensados, na fartura de comida e bebida e no fato de que a banda não apenas organiza o evento, como também bota a mão na massa na noite do Jantar pra fazer tudo funcionar.

Música no Jantar do Taberna


Como de costume, haverá diversas atrações musicais:


Navar & Friends – projeto musical existente desde 2013, liderado por Alex Navar e que conta com músicos experientes em música tradicional irlandesa, que se revezam em instrumentos típicos da música celta, tais como banjo, whistles, bouzouki, bandolim, fiddle e a autêntica gaita de fole irlandesa. A proposta é justamente levar ao público a música tradicional irlandesa com respeito e autenticidade.


Jornada Ancestral – grupo itinerante formado em 2011 com o intuito de fazer apresentações em eventos como o Jantar Medieval Taberna Folk. Originalmente recebendo o nome de Gaiteiros de Curitiba e tendo diversos músicos convidados, o grupo valoriza em seus arranjos o toque ancestral das gaitas de fole. O repertório é uma mistura de música antiga, medieval, tradicional galaica, folclore pan-europeu e música celta.


Through Waves – projeto solo de Raine Holtz, musicista natural de Curitiba, que existe desde 2006. A sonoridade é de difícil categorização, incluindo referências a diversos gêneros, mas devido à sua intimidade com a viela de roda (instrumento medieval parente do violino), ela passou a se apresentar em eventos do meio medieval brasileiro.


Clanna Iúr – duo musical que desde 2014 explora o universo da música tradicional dos países de descendência celta, fazendo uma construção de repertório com tunes e canções da Irlanda, Escócia, Bretanha, Portugal e Espanha entre outros. É formado por Nayane Teixeira Spigot tocando viela de roda, e Beansidhe Iohobabd tocando bandolim.


E claro, o próprio Taberna Folk – desde 2008, um grupo de música folk europeia, abrangendo desde canções medievais até períodos históricos mais recentes, advindas principalmente das tradições germânicas, celtas e nórdicas, bem como canções contemporâneas adaptadas para uma roupagem folk (veja nosso artigo completo sobre o Taberna!). Se for como nos anos anteriores, a apresentação do Taberna fechará com chave de ouro uma noite memorável.

Feira medieval e outas diversões...


Além do palco com as atrações musicais, o Jantar do Taberna tem uma série de outras coisas acontecendo ao mesmo tempo. No ano passado, pra vocês terem noção, foi tanta coisa que eu acabei nem conseguindo ver tudo, e eu fiquei indo de um lado pro outro, dividido entre a comida, o palco, a fogueira, a feira e a arena de lutas, a arquearia, a competição de cerveja...


A feira é sempre muito interessante. Pessoalmente, eu gosto de passar em cada barraca e ver o que tem de novo (e na maioria das vezes tenho vontade de chorar, porque o bolso não permite trazer pra casa nem um terço do que eu gostaria, kkk).


Pra quem acha que bebe bem, se prepare: provavelmente vão rolar as divertidas competições de beber cerveja! (pra participar delas, é obrigatório estar com traje de época)

As apresentações de luta ficarão por conta do Hednir Clan e da Ordo Draconis Belli, ambos presentes na maior parte das últimas edições.


Hednir Clan – grupo de recriação histórica formado em 2008 em São Paulo (SP), com foco na história dos povos escandinavos durante a Era Viking.


Ordo Draconis Belli – grupo de lutas medievais formado em 2011 também em São Paulo (SP), com foco de estudos abrangendo técnicas de combate de toda a Idade Média (veja nosso artigo completo sobre a Ordo!).

Observação: tanto o Hednir quanto a Ordo tem seus próprios eventos de aniversário que são bem famosos no meio medieval. Este ano o evento da Ordo correu em abril (veja aqui a resenha) e o do Hednir ocorrerá em julho.

A arena de arquearia ficará novamente por conta da Uybassy:


Uybassy Arquearia – grupo formado em 2013 por 6 arqueiros, de diferentes cidades no Estado de São Paulo, que se dedicam à divulgação da prática do arco-e-flecha, através de apresentações e estandes de tiro montados nos eventos do meio medieval, onde os convidados podem experimentar um pouco do prazer do arquearia.

Estão previstas duas apresentações de dança:


Draumur – grupo de danças existente desde 2011, original de São Paulo (SP) que recria e interpreta passos e coreografias populares da Idade Média e da Renascença, sem distinção de regionalidade (veja nosso artigo completo sobre o Draumur!). Estejam preparados, pois o Draumur sempre tem uma coreografia preparada para dançar com o público.


Nomadic Tribal – grupo de ATS (American Tribe Style, ou Estilo Tribal Americano) nascido em 2012 em São Paulo (SP), constituído por bailarinas de diferentes formações e influências, que tem como característica principal a improvisação em grupo e o resgate de entretenimentos e valores seculares de povos distintos. Suas principais influências são da Índia, Ásia Central, Oriente Médio, Norte da África e Espanha, gerando uma rica fusão de elementos.

O Jantar


Por fim, a comilança que nunca decepciona!



A entrada, servida a partir das 20h00, será composta de pães, queijos, petiscos, saladas, frutas e antepastos.

A partir das 21h30 (indo até às 00h00), serão servidas as carnes de porco e frango e os caldos.

O open bar funcionará das 20h00 às 02h00, com cervejas (Brahma e Skol), Vinho, refrigerantes, sucos e água.

Tudo isto está incluído no valor pago no ingresso pelos convidados (que este ano foi de R$ 135,00, para quem conseguiu comprar). Apenas após as 02h00, quando o open bar acaba, as bebidas poderão ser compradas.

Ano passado eu comi tanto logo na entrada que não consegui beber o quanto gostaria, então esse ano vou inverter. Se quiserem falar comigo logo no começo da festa, me encontrem na fila do bar enchendo meu horn, hehehe

E agora é aguentar a ansiedade...


Pra quem já tá esperando desde o ano passado, o que é mais um mês, né?

Nos vemos por lá!



*A maioria das fotos deste artigo são do VII Jantar Medieval do Taberna Folk (2015), clics de Sérgio Scarpelli.

Sérgio Scarpelli é um experiente fotógrafo que desde 2009 vem sendo o responsável por registrar a maioria dos eventos do meio medieval no estado de São Paulo.

Veja também aqui no Cena Medieval:


VII Jantar Medieval doTaberna Folk (post pré-edição de 2015)


VII Jantar Medieval doTaberna Folk: Fotos por Sérgio Scarpelli (Seleção de fotos preparada a partir do álbum oficial do evento)

Taberna Folk (artigo pra quem quer conhecer a trajetória dos taberneiros)

2 comentários:

  1. chega logo.....mega ansiosa, trajes e kilts prontos! até lá!

    ResponderExcluir
  2. Vejam os álbuns da Ailish Roupas Medievais. Tenho certeza que vão gostar. E muito!
    www.facebook.com/ailishroupasmedievais

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário sobre este artigo